Press "Enter" to skip to content

Ibram: Produção mineral cresce 13% no 2º trimestre, para 278 milhões de toneladas

O faturamento do setor de mineração cresceu 101% no segundo trimestre deste ano (Foto: Divulgação)

A produção mineral brasileira cresceu 13% no segundo trimestre deste ano, frente ao mesmo período do ano passado, para 278 milhões de toneladas, mostram dados do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), divulgados nesta quarta-feira, 21.

O faturamento do setor de mineração, por sua vez, cresceu 101% no segundo trimestre deste ano, frente ao mesmo período do ano passado, para R$ 78,7 bilhões. Esse forte incremento é resultado da valorização das commodities no mercado internacional e também pela questão cambial.

“O minério de ferro era negociado a US$ 155 a tonelada em janeiro deste ano. No primeiro semestre, o preço médio foi de US$ 183. Ontem, estava negociado em torno de US$ 220. Essa valorização alcançou também outros minerais”, disse Wilson Brumer, presidente do Conselho Diretor do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

Segundo dados do Ibram, o minério de ferro se mantém como o principal destaque do faturamento do setor, com receita de R$ 58,4 bilhões no segundo trimestre, incremento de 151% frente a um ano antes. O ouro registrou faturamento de R$ 6,2 bilhões, incremento de 16% frente ao período de abril a junho de 2020.

O Ibram informou ainda que os investimentos totais previstos pelas mineradoras somam US$ 38 bilhões até 2025. Esse montante será aplicado em 81 municípios do País, sobretudo dos Estados da Bahia, Pará e Minas Gerais. Minério de ferro e fertilizantes se destacam entre os projetos minerais com mais investimentos.

Por Bruno Villas Bôas

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.

Seja o primeiro à comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *