Press "Enter" to skip to content

BTG aposta em fundos de recebíveis em carteira recomendada para maio

O BTG Pactual destaca o cenário positivo para os fundos imobiliários de recebíveis (Foto: Freepik)

O BTG Pactual divulgou sua carteira recomendada de fundos imobiliários (FIIs) para maio, mantendo a exposição de 32,5% no segmento de fundos de recebíveis com a substituição do Capitânia Securities II (CPTS11) pelo BTG Pactual Crédito Imobiliário (BTCR11).

A alteração, segundo o banco, tem o intuito de aproveitar o momento de alta do CPTS11, que vem sendo negociado com um ágio de 7,2% em relação ao valor patrimonial. Por outro lado, o BTCR11 é negociado atualmente com desconto de 3% em relação ao patrimônio, e deve surfar na alta do CDI nos próximos meses.

O BTG destaca o cenário otimista para os fundos de recebíveis no curto e médio prazo, já que o ciclo de alta da Selic e a inflação elevada beneficiam os contratos indexados a esses indicadores.

Além disso, buscando estabilidade em meio às incertezas, o BTG mantém a segunda maior fatia de sua carteira (27,5%) em fundos de galpões logísticos, e se expõe ainda nos setores de fundos híbridos (25%) e lajes corporativas (15%).

A carteira recomendada do BTG Pactual acumula alta de 2,31% em 2021, contra desempenho de -0,31% do IFIX (índice de fundos imobiliários da B3) no mesmo período.

Confira a carteira de FIIs do BTG Pactual para maio:

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.

Seja o primeiro à comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *