Press "Enter" to skip to content

Moody’s eleva rating da CSN de B2 para Ba3, com perspectiva estável

Moody's eleva rating da CSN de B2 para Ba3, com perspectiva estável (Foto: CSN)

A Moody’s elevou o rating em escala global da CSN de B2 para Ba3, e o rating em escala nacional de Ba1.br para A1.br. Os ratings têm perspectiva estável, diz a agência, que atribui a nova classificação à “melhora substancial” na liquidez e no perfil da dívida da empresa, após a conclusão do IPO de sua subsidiária na mineração, a redução de cerca de R$ 4 bilhões em dívida bruta anunciada pela companhia desde o início de 2021 e a perspectiva pela continuidade de “operações fortes” durante o ano atual.

Em comunicado, a Moody’s destaca ações recentes da empresa, como a oferta pública de ações da subsidiária, em 17 de fevereiro, cujo montante recebido será usado para reduzir dívida, aumentar a posição de caixa consolidado e financiar investimentos.

Também cita o trabalho da empresa para refinanciar uma dívida de R$ 3,4 bilhões com o Banco do Brasil e a Caixa, prevista para 2021-2022.

A agência diz ainda esperar que a CSN refinancie suas notas previstas para 2023.

Com as medidas, a Moody’s considera que o calendário de amortizações de dívidas da companhia “será confortável”.

Por Gabriel Bueno da Costa

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.

Seja o primeiro à comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *