Press "Enter" to skip to content

Braskem suspende medidas da ANM em mina de sal em Maceió

(Foto: Divulgação/Braskem)

A Braskem (BRKM5) conseguiu suspender o ofício de medidas adicionais da Agência Nacional de Mineração (ANM) para encerramento de atividades de extração de sal-gema em Maceió, capital de Alagoas, com valor estimado de cerca de R$ 3 bilhões.

—> Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito, todos os dias, em seu e-mail

Isso ocorre após a petroquímica apresentar um pedido de reconsideração e a suspensão será válida até a avaliação final dos argumentos técnicos enviados pela empresa.

“A companhia não pode descartar futuros desdobramentos relacionados ao tema ou a seus gastos associados, e os custos a serem incorridos pela Braskem poderão ser diferentes de suas estimativas”, informa a Braskem em comunicado nesta terça-feira (5).

Acordo

Ao fim de 2020, a empresa anunciou acordos para encerrar duas ações civis públicas (ACPs) que eram movidas contra a empresa referente ao evento geológico em Maceió, relacionadas à compensação dos moradores e à reparação socioambiental por conta da extração de sal-gema.

A petroquímica estima uma provisão adicional de R$ 1,2 bilhão com os termos do acordo, além dos R$ 7,9 bilhões que constaram no terceiro trimestre, totalizando R$ 9,1 bilhões.

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.

Seja o primeiro à comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *