Press "Enter" to skip to content

Goldman Sachs revisa projeções para varejistas; prefere Magalu a Via Varejo

E-commerce deve faturar R$ 110 bi em 2021 e crescer 30% neste Natal, diz pesquisa (Foto: Shutterstock)

O Goldman Sachs recomenda comprar as ações de Magazine Luiza (MGLU3) e B2W Digital (BTOW3), ao passo que indica vender Via Varejo (VVAR3), em análise estruturalmente positiva para vendas em canais digitais no Brasil.

—> Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito, todos os dias, em seu e-mail

Os analistas do banco estimam vendas totais de R$ 144 bilhões no e-commerce brasileiro neste ano, o que representa um crescimento de 57% na base anual e uma penetração de “apenas” 11% em todo o varejo do País.

“Embora reconheçamos que o crescimento irá inevitavelmente desacelerar em 2021, esperamos um aumento na frequência de compras e o amadurecimento do número sem precedentes de clientes que compraram pela primeira vez em 2020”, diz relatório assinado por Irma Sgarz, Thiago Bortoluci e Chandru Ravikumar, do time de análise do banco.

Sob tal cenário favorável, a qualidade de entrega fará a diferença entre as empresas que disputam esse mercado. E no quesito logística, o Mercado Livre (MELI) larga na frente dos concorrentes, com quase metade das entregas no Brasil ocorrendo em até 48 horas, segundo o Goldman Sachs.

Para as demais varejistas, resta o desafio de logística e escala, levando em conta a experiência ao cliente não somente na rede própria, mas também das vendas via marketplace.

Recomendações na B3

Neste contexto, a recomendação dos analistas de “compra” para MELI também é compartilhada para as ações de Magazine Luiza e B2W. Eles atualizaram as estimativas para as empresas, considerando os resultados do terceiro trimestre deste ano.

Para Magalu, o time do Goldman Sachs lançou novo preço-alvo em 12 meses de R$ 28 (contra R$ 26,50 anteriormente).

No caso de B2W, o novo preço-alvo em 12 meses é de R$ 92, inferior aos R$ 117 previstos antes.

Para Via Varejo, a recomendação da equipe do banco norte-americano é de “venda”, com novo preço-alvo de R$ 13,60, acima dos R$ 12,50 estipulados anteriormente.

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.