Press "Enter" to skip to content

Rumo tem concessão ferroviária prorrogada


O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou, na sessão plenária desta quarta-feira, 28 de novembro de 2019, a renovação antecipada da concessão ferroviária da Malha Paulista da Rumo.

Controlada pela Rumo (RAIL3), a ferrovia é uma das mais importantes do País. Em suma, atravessa todo o interior de São Paulo e chega ao Porto de Santos, maior terminal de contêineres do Brasil. O contrato, que venceria em 2028, foi estendido até 2058, com antecipação de investimentos da ordem de R$ 5,8 bilhões.

Ademais, a decisão abre caminho para renovações de pelo menos outros quatro grandes contratos de concessões ferroviárias. Além das duas estradas de ferro administradas pela Vale, estão na fila das renovações antecipadas as concessões da MRS e da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA). Em troca de mais 30 anos de contrato, a Vale comprometeu-se a construir a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico), que cruza Goiás.