Press "Enter" to skip to content

BTG Pactual rebaixa recomendação para Petrobras

“Uma boa reputação é difícil de ganhar e fácil de perder”, escrevem os analistas do BTG Pactual Thiago Duarte, Pedro Soares e Daniel Guardiola, em relatório, no qual rebaixam os papéis da Petrobras para recomendação “neutra”, com preço-alvo do ADR (PBR) em 12 meses de US$ 11.

Na visão deles, as incertezas vão além da política de preços de combustíveis, com as eleições também no radar. Dúvidas em aberto neste momento, segundo eles, vão desde o processo de redução do endividamento até o programa de desinvestimentos com venda de refinarias – afastando potenciais compradores ou diminuindo os preços dos ativos.

    Receba nossos conteúdos!

    “Estaremos prontos para mudar se as circunstâncias melhorarem nos próximos meses, mas, conforme nos aproximamos de um ano eleitoral, notamos uma posição delicada no caso de os preços domésticos dos combustíveis precisarem continuar subindo para acompanhar o petróleo”, avalia a equipe do BTG.