Press "Enter" to skip to content

Santander recomenda a compra de Tesouro IPCA+ de olho em inflação acima da meta

Analistas do Santander recomendam a compra de títulos indexados à inflação com vencimentos curtos (Foto: Shutterstock)

A equipe de análise do Santander recomenda para junho o investimento em títulos públicos indexados à inflação com vencimentos curtos, em meio à perspectiva de que o IPCA possa encerrar 2021 acima do teto da meta.

Os analistas do banco estimam que a inflação deva acumular alta de 5,9% no ano, e projetam que a taxa Selic deva chegar a 6,50%. Diante desse cenário, a recomendação é que os investidores utilizem os títulos públicos do tipo Tesouro IPCA+ para se proteger da alta de preços.

“Neste contexto, a sugestão continua sendo de alocação no Tesouro IPCA+, com a duration relativamente mais curta disponível na plataforma do Tesouro Direto, optando pelo vencimento de 2026 sem pagamento de juros semestrais”, diz Fernando Hadba, estrategista do Santander.

O analista chama a atenção também para a agenda aquecida no Congresso para junho, com destaque para a tramitação dos projetos de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e reforma tributária, os desdobramentos da CPI da Covid, as discussões em torno da proposta de privatização da Eletrobras e a possibilidade de extensão do auxílio emergencial.

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.

Seja o primeiro à comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *