Press "Enter" to skip to content

Bolsas dos EUA fecham em alta com foco em retomada econômica, apesar de cautela

Bolsas de NY fecham em alta com foco em retomada econômica, apesar de cautela (Foto: Robert Jones/Pixabay)

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta quarta-feira, 21, depois de terem começado o pregão sem direção única. Durante a primeira parte do dia, predominou a cautela com a piora da pandemia de covid-19 em alguns países, como Índia e Japão. No entanto, os índices acionários firmaram alta à tarde, quando o foco do mercado mudou para os sinais de retomada econômica nos Estados Unidos. Os investidores também continuaram acompanhando a temporada de balanços corporativos.

Após duas sessões de realização de lucros, o Dow Jones avançou 0,93%, a 34.137,31 pontos, o S&P 500 também subiu 0,93%, a 4.173,42 pontos, e o Nasdaq registrou alta de 1,19%, a 13.950,22 pontos.

Com a redução da cautela nos mercados internacionais, ações de empresas dos setores que foram mais impactados pela aversão a risco do começo da semana registraram ganhos. O papel da American Airlines subiu 3,14%, depois de ter recuado 5,48% ontem, e o da Delta Airlines avançou 2,81%, após uma queda de 3,68% na sessão anterior.

“Uma semana tranquila de dados e eventos resultou até agora em uma semana tranquila para os mercados”, afirmam analistas do banco americano Citi. Os investidores, contudo, continuaram de olho nas divulgações de balanços. A ação da Verizon, que divulgou o resultado do primeiro trimestre hoje, recuou 0,43%.

O papel da Netflix, por sua vez, registrou perda de 7,40%. A plataforma de streaming informou ontem que seu lucro líquido deu um salto de 140% no primeiro trimestre do ano, na comparação anual. No entanto, o número de novos usuários decepcionou. Globalmente, a empresa ganhou 3,98 milhões de novos assinantes líquidos entre janeiro e março deste ano, mas a previsão era de que registrasse 6,3 milhões de novos clientes, de acordo com o analista chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson.

A ação da Whirlpool, que divulga o balanço hoje após o fechamento do mercado em Nova York, recuou 0,80%.

Apesar da redução da cautela, os riscos da pandemia de covid-19 para a recuperação econômica continuam no radar. De acordo com a imprensa local da Índia, o país registrou nas últimas 24 horas o recorde de 2.023 mortes pela doença.

Nos EUA, apesar da alta recente no número de novos casos de infecção por coronavírus, a vacinação tem avançado. O presidente americano, Joe Biden, anunciou hoje que o país aplicou 200 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 nos 100 primeiros dias de seu governo.

Biden lembrou que a meta inicial, de aplicar 100 milhões de doses do imunizante contra o coronavírus, foi alcançada 58 dias após sua posse como presidente, o que permitiu dobrar a aposta. “Conseguimos”, comemorou.

Por Iander Porcella

Siga o Mercado News no Twitter e no Facebook e assine nossa newsletter para receber notícias diariamente clicando aqui.

Seja o primeiro à comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *